Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/tecron.com.br/www/site/modules/mod_jt_skitter_slideshow/mod_jt_skitter_slideshow.php on line 15
  • Planta industrial de Luziânia, Goiás.
  • Toda linha de postes para redes e iluminação.
  • A mais moderna tecnologia e maquinários na fabricação de lajes alveolares.

 

A TECRON possui uma equipe de engenharia multidisciplinar da qual engloba projetos, controle tecnológicos, controle de qualidade, orçamentos, planejamentos e custos para oferecer ao cliente mais qualidade na execução das tarefas e cumprimento de prazos.


A empresa investe na qualificação de seus funcionários e na implantação do SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE (SGQ), tendo como base os seguintes instrumentos normativos, atualmente em fase final de implantação: 

ISO 9001: 2008
ABCIC (Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto)

Todo esse sistema de Gestão da Qualidade esta dotada de decisões estratégicas, sendo influenciadas por seus objetivos particulares, produtos fornecidos e processos utilizados, determinando assim, sua capacidade de fornecer produtos que atendam de forma consistente aos requisitos do cliente e requisitos estatutários e regulamentares.

 

Laboratório

Para maior eficiência e controle, tanto dos materiais recebidos, quanto dos produtos acabados, a Tecron instalou em sua fábrica um laboratório voltado exclusivamente para melhoria contínua de seus pré-fabricados onde é feito controle de:.

Materia-Prima:
Proporção controlada dos materiais:

  • Registro dos lotes com as quantidades recebidas;
  • Fornecedor;
  • Origem do material;
  • Ensaios de granulometria;
  • Atende ao preconizado pelas normas de especificação do material.

Dosagem:

  • Controle de proporcionamento dos materiais;
  • Registros dos traços utilizados em cada produto;
  • Proporcionamento controlado dos materiais;
  • Massa: calibração periódica das balanças;
  • Volume: integridade dos recipientes e procedimento de colocação dos materiais;
  • Controle de umidade dos materiais e correção;
  • Registro de ajustes de dosagem, no caso de alterações na matéria-prima.

Mistura:

  • Controle de homogeneidade;
  • Tempo de mistura;
  • Controle da umidade da mistura.

Moldagem:

  • Controle da produção
  • Controle do ciclo de produção;
  • Controle dos tempos de duração dos ciclos e da vibração;
  • Controle visual do produto acabado.

Rompimento

Controle de resistência fck 25; fck 35; fck 40; através de prensa